Os 4 A’s

Introdução

O controle de pragas é um trabalho que precisa de uma qualificação e uma sensibilidade enorme para ser executado com eficiência. Não basta apenas “bater um veneninho” no local e tudo bem. É preciso conhecimento técnico das pragas, dos produtos, da edificação, do clima e de muitos outros aspectos relacionados direta e indiretamente com o assunto. Então quais são os pontos a serem observados inicialmente quando se fala de praga?

Os 4 A’s são referentes a:

1 – ACESSO;

2 – ABRIGO;

3 – ALIMENTO;

4 – ÁGUA.

1 – Acesso: para que uma praga esteja presente em um local ela precisa de ACESSO. Isto pode ocorrer por falhas estruturais, reformas mal feitas ou simplesmente por uma porta ou janela aberta. Podendo ocorrer também através de caixas de papelão infestadas trazidas de compras feitas em mercados e de muitas outras maneiras.

2 – Abrigo: uma vez que as pragas acessaram sua casa ou seu comércio elas necessitam de abrigo para que possam se esconder e ali viverem. Pode ser nos batentes das portas, nas tomadas, em frestas de paredes, nos motores de eletrodomésticos, atrás de geladeiras, gabinetes de pia, no forro do telhado, etc.

3 – Alimento: elas podem ser muito flexíveis quanto sua alimentação, por isso é importante não deixar qualquer coisa que sirva de alimento disponível. Não fazer lanches em locais inadequados para que migalhas não fiquem disponíveis e no período noturno recolher comida e água de animais domésticos são algumas medidas de prevenção.

4 – Água: apesar de algumas espécies conseguirem captar água de outras maneiras é importante tomar cuidado com os reservatórios de água para não atrair ratos e para que água acumulada não sirva de criadouro para mosquitos.

Conclusão

Os 4 A’s são importantes para uma análise do local quando se deseja prevenir ou controlar pragas em um ambiente. Porém, o mais indicado é a contratação de um profissional para cuidar desse assunto de maneira a resolver o problema. Sabemos que as pragas podem contaminar alimentos e transmitir doenças, além de colocar em risco o patrimônio das pessoas. Por esse motivo a importância de realizar o controle periodicamente com a orientação adequada, correção de falhas no ambiente e aplicação de produtos químicos específicos para garantir um bom resultado e, assim, manter a boa saúde da família e a higiene no ambiente.